Caixa e Prestes garantem execução das obras do Viverti

Residencial será o primeiro de Tibagi

A Prestes Construtora e Incorporadora e a Caixa Econômica Federal assinaram o contrato que garantirá a construção de 81 unidades habitacionais da fase I do residencial Viverti, que será construído em Tibagi. Os recursos serão destinados à execução da primeira parte da obra, que se enquadra na faixa do II do programa Minha Casa Minha Vida. Ao todo serão 280 unidades, incluindo casas adaptadas a deficientes físicos. O Viverti é o primeiro empreendimento imobiliário deste nível no município e visa atender uma demanda por moradias na cidade.

Para o gerente de construção civil da Caixa Econômica, Julio Goginski, um empreendimento deste porte é um marco para o município. “Ele gera empregos, movimenta a economia e atende uma demanda da população que busca por condições dignas de moradia”. Segundo ele, o envolvimento da CEF é a garantia de que as pessoas irão receber as suas casas. Já a prefeita, Angela Mercer de Mello, considera o empreendimento “a chance de muitos tibagianos realizarem o sonho da casa própria”. Ela conta que muitas vezes, apesar das iniciativas dos governos estadual e federal, não é possível atender a grande demanda. “Fico extremamente feliz com a possibilidade de aquisição de imóveis na planta”.

Para o diretor da construtora, Breno Prestes, o Viverti é algo inovador em Tibagi, já que o primeiro empreendimento a se enquadrar nos critérios do MCMV a ser comercializado na planta. “É um investimento corajoso feito a partir da percepção da empresa e análise de mercado para este tipo de produto, fazendo com que acreditasse em uma demanda reprimida”. Para o empresário, investimentos deste porte, que chegam à casa de 25 milhões (com recursos do FGTS)são um marco para a cidade, além de significar a expansão da Prestes na região dos Campos Gerais. “Somos da região e nosso otimismo faz com que confiemos na superação do momento econômico que vivemos, fomentando a economia e gerando renda, através da abertura de novos postos de trabalho”.

Sobre a obra

Com as atividades já iniciadas, o Viverti contará com cerca de 280 casas, que variam entre 42 e 46m2. Entre os diferenciais está a possibilidade de ampliação, já prevista pela própria construtora, e também o design das casas, que seguem uma tendência moderna. A expectativa é que as unidades de fase I sejam entregues até o final de 2017. Para os novos interessados, a Prestes lançará a fase II da obra, que deverá disponibilizar à comercialização cerca de 80 novas unidades, até o mês de julho.

Prestes lança residencial em Tibagi

Primeiro empreendimento Minha Casa Minha Vida da cidade visa suprir demanda reprimida

A construtora Prestes lançou nesta última semana um novo empreendimento imobiliário em Tibagi. O residencial Viverti, que se enquadra na faixa II do programa federal Minha Casa Minha Vida, foi apresentado à população na última semana e obteve grande sucesso durante um mutirão de cadastro. Ao todo, serão construídas 250 casas no valor de 90 mil reais e que variam de 42 a 46 m2. A intensão é atender uma demanda que até então é reprimida na cidade. A informação é do secretário municipal de Indústria, Comércio e Trabalho, Paolo Pavesi. Segundo ele, o número de pessoas interessadas e cadastros realizados superou as expectativas. “Isso significa que o município está crescendo e se desenvolvendo”. Além disso, Pavesi destaca o incremento na economia local que o empreendimento é capaz de oferecer. “Há um compromisso da construtora de empregar o maior número possível de pessoas de Tibagi. Isso significa mais dinheiro no comércio do município”, destaca.

A expectativa é que as primeiras 50 unidades sejam entregues no primeiro semestre de 2017 e as demais ao logo do ano, até o final de 2018. Um dos grandes diferenciais das casas está na expansão das unidades, bem como a possibilidade de escolha da cor do imóvel, entre quatro opções oferecidas pela construtora.  A engenheira responsável pelo empreendimento, Jéssica Antunes, conta que o investimento em Tibagi e região faz parte do planejamento estratégico da empresa, que visa uma expansão na região dos Campos Gerais. “Percebemos um mercado muito fértil para este tipo de conjunto habitacional e ele se torna uma excelente oportunidade para que as pessoas saiam do aluguel, inclusive de cidades vizinhas como Telêmaco Borba”. Ela destaca que os interessados podem obter financiamento junto a Caixa Econômica Federal e aproveitar os subsídios que o programa oferece. Além disso, ela conta que algumas unidades são adaptadas para atender os portadores de necessidades especiais e que a construtora realizou a doação de terreno que serão destinados ao uso do município onde podem ser construídos posto de saúde, escola ou creche. “É uma oportunidade para Tibagi expandir e oferecer melhores condições de moradia à população”.

Os interessados em uma das casas podem procurar as imobiliárias locais, ou obter informações pelo telefone: 42 9926 0098.