Tendências arquitetônicas em pequenos espaços

tendencias-arquitetonicas-em-pequenos-espacos

Basta uma rápida pesquisa no mercado imobiliário para você perceber que a tendência hoje são os imóveis compactos, com metragens reduzidas. Essa predileção por pequenos espaços muito tem a ver com o ritmo de vida moderno. São apartamentos, casas entre 40 e 70 metros quadrados que, além do investimento caber no bolso de boa parte dos consumidores, tornam o dia a dia mais prático. Otimizar pequenos ambientes nunca esteve tão na moda. Essa tendência mudou conceitos e desafia profissionais de arquitetura e design de interiores a inovar e buscar alternativas cada dia mais criativas. O objetivo é tornar esses pequenos espaços locais atraentes e contemporâneos, sem abrir mão é claro do conforto e da personalidade dos proprietários.   

Como aproveitar esses pequenos espaços? Sensação de amplitude

A sensação de amplitude ganha forma com um truque antigo mas super contemporâneo. A utilização de espelho em pequenos espaços é uma das técnicas mais utilizadas em projetos arquitetônicos. O objeto tem o poder de ampliar a profundidade do ambiente. A peça reflete também luz natural, o que deixa o cômodo mais iluminado. 

Por falar em iluminação, o excesso ou a falta dela pode gerar incômodos aos moradores. Por isso, é essencial pensar em cada detalhe da hora de escolher e optar pelos pontos de luz. Um bom projeto de iluminação transforma qualquer espaço seja ele grande ou pequeno. Arquitetos costumam evidenciar o local inserindo diversos pontos de luz, o que deixa o ambiente confortável com aquele toque de requinte. Arandelas, luminárias e lustres pendentes são soluções eficientes e equilibradas. E se você ficou pensando na conta de luz no final do mês, fique tranquilo. Hoje os projetos são desenvolvidos pensando justamente na economia de energia para reduzir os impactos no meio ambiente. 

A busca por abrigos aconchegantes também tem seu lugar no mundo das cores, ainda mais quando se trata de pequenos espaços. A escolha certa dos tons aliada aos objetos de decoração destaca a personalidade do local. A tendência em pequenos espaços são as paredes com os tons claros, uma vez que elas ampliam o recinto. Se você curte as cores mais escuras, escolha utilizá-las em móveis e outras peças decorativas. Plantas trazem vida para a casa, pequenos jardins verticais são excelentes alternativas. E claro, nada mais harmonioso do que contrastar essas tendências com cada detalhe dos móveis planejados. Eles otimizam e harmonizam a estética de cada ambiente. Mas todas essas tendências só fazem sentido quando juntas elas personificam a cara dos moradores.